Olá, mundo!

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

Ricardo Esteves

Formado em Tecnologia:
– Arquitetura de Software
– Inteligência Artificial
– Atleta Ultramaratonista pelo clube Luasa Sports.

Dedicado grande parte de sua vida ao aprimoramento não só profissional, mas também físico.

Há mais de uma década, ele se entrega à paixão pelas corridas de longa distância, tanto em circuitos urbanos quanto em trilhas desafiadoras.

Ao longo dos anos, participou de inúmeras competições, seu regime de treinamento rigoroso, que varia de 15 a 30 quilômetros diários, reflete seu comprometimento e disciplina, tanto no aspecto profissional quanto no esportivo.

Essa rotina intensa não apenas o prepara para as competições, mas também fortalece sua mente e corpo, permitindo-lhe enfrentar desafios tanto nas pistas quanto na vida profissional.

Dedicatória:
“Participo deste projeto movido pela crença de que ‘Pessoas precisam de Pessoas’. É uma grande honra dedicar minha corrida a uma causa tão nobre, que tem o potencial de transformar a vida de muitas famílias”.

Prof. Cleber Guilherme

– Fundador da Faculdade da Corrida
– Diretor Técnico na Luasa Sports

Desde minha adolescência adotei a corrida como meio de vida. Como atleta atingi a marca dos 10 melhores tempos do Brasil.

Meu objetivo neste projeto é oferecer suporte aos atletas na biomecânica da corrida, capacitando-os a superar com sucesso o imenso desafio de mais de 530 km.

Atuei muitos anos como professor universitário em educação física e hoje dedico minha vida aos estudos e ao treinamento de pessoas que amam a corrida, tanto profissionais como amadores.

Fui comentarista de atletismo nos Jogos Olímpicos na ESPN em três edições.

A Faculdade da Corrida foi criada para ampliar o alcance do meu trabalho e me ajudar na descoberta de novos talentos. Como diretor técnico da Luasa Sports meu propósito é abrir caminhos para jovens que desejam brilhar nas pistas do mundo.

Camila Souza

O que o projeto representa para mim?

Ele despertou em mim o que é, realmente, a solidariedade. Estar de fora é diferente, participar é descobrir pessoas que se doam sem nada em troca.

É perceber que dedicar um pouco que seja do seu tempo, faz a diferença na vida de muita gente, ou seja, participar e ser solidário faz a diferença!

Coordenadora de Marketing do projeto